História

O programa surgiu em novembro de 1997 na recém inaugurada Rádio Pop Rock FM, quando quatro de seus comunicadores levavam, ao ar, uma conversa muito bem-humorada. Na mesma hora muitos ouvintes se manifestavam positivamente pedindo para que repetissem a dose. Então, naquele dia, sem qualquer divulgação nem grandes expectativas por parte de seus apresentadores, nascia o programa.

A atração iniciava sua história com a presença de Alexandre Fetter, Arthur de Faria, Celso Garavelo, Mauro Borba e as risadas de Carlos Couto, seus idealizadores, que se surpreenderam mais tarde com o tamanho sucesso que vinham fazendo. O programa, que no começo se quer tinha um nome, estava alcançando índices nunca antes conseguidos por um programa radialístico no RS, colocando a Rádio Pop Rock no topo das mais ouvidas no horário. Nos anos de 1997 e 1998 as edições do programa também foram exibidos pela TV, no Canal 20 de Porto Alegre, o que garantia a maior audiência da emissora.

A popularidade do programa era tamanha que em 2005, com a aclamação do público e com inúmeros anunciantes querendo investir, era lançada uma segunda edição do talk show, o Café das Cinco, que mais tarde, em 2008, mudaria seu horário das 17 para às 18 horas, passando a se chamar apenas “Cafezinho”.

Antes, nos primeiros anos do programa, entrava para o time mais um integrante, Mauricio Amaral, que foi muito bem recebido pelos seus, agora, ouvintes. Em 2000 Celso Garavelo deixava a rádio, e em seu lugar estreava Carlos Eugênio Nunes, o Cagê, que também ganhou a aprovação do grande público. Já no ano 2004, o talk show ganhava o “Correspondente Esportivo”, quadro apresentado pelo jornalista Ramiro Ruschel.

Essa foi a equipe que ficou dez anos no ar, com direito, nesse período, à palestras, notícias em jornais e entrevista em um grande veículo de televisão, a TVCOM, da RBS. Mas em 2007 a mesma RBS que ajudou a divulgar o programa agora o queria comprar, e assim fez, pelo menos em parte: a Rede Brasil Sul em uma forte reação ao crescimento da Pop Rock, “convidava” Alexandre Fetter, Cagê e Mauricio Amaral para integrar a equipe da Rádio Atlântida FM e do programa “Pretinho Básico”, cujo nome é uma referência direta ao Cafezinho. O acontecido pegou de surpresa a audiência do programa, uma vez que os comunicadores sempre fizeram questão de demonstrar uma forte rivalidade com o Grupo RBS.

Mas a rádio da Ulbra (como também é conhecida a Pop Rock), após perder parte da audiência do programa e ver três de seus locutores sendo contratados pela sua principal concorrente, chamava Simone Cabral, Adriano Domingues, Paulo Inchauspe e Eron Dal Molin mais a efetivação de Ramiro Ruschel para ocupar os espaços vagos e assim formar o que seus ouvintes denominaram Cafezinho New Generation. O apresentador Bivis também integrou a equipe, mas este ficou apenas sete meses.

Em setembro de 2008, após onze anos, Carlos Couto deixava o programa para dar lugar a Thadeu Malta que assumia assim a ancoragem da atração, cargo que, desde a saída de Fetter, era ocupado por Borba. Buscavam com isso dar uma nova cara ao “prato principal” da Pop Rock, fato esse que revoltou seus ouvintes mais assíduos, tendo em vista que não houve qualquer explicação quanto as mudanças.

Entrevista com o Mauro Borba em 2006
O Alexandre Fetter veio da Atlântida, a gente se encontrou numa festa, conversamos sobre a programação e aí ele ligou fez uma proposta de trabalho, eu aceitei. Ele trouxe coisas como repetir as músicas, o que eu não aceitava. Existe uma fórmula de fazer rádio que não dá para fugir muito. A proposta da ULBRA era competir no mercado. Tem que ter uma técnica, uma relação entre a programação, não foi fácil para mim, mas aceitei, por ser cultural.

O Cafezinho é o programa de maior audiência da Pop Rock, uma das maiores audiências em FM, e a mais ouvida nos automóveis. A inclusão do humor foi sem querer, como muitas coisas importantes que aconteceram comigo esses anos todos em rádio. Parece que quando se planeja muito não dá certo. Surgiu espontaneamente. A gente entrou no estúdio, eu o Celso o Arthur de Faria. O Alexandre Fetter estava no ar fazendo o programa dele, começamos a falar as coisas engraçadas que a gente tinha falado no almoço, fora do ar quando o Fetter entrou no ar ele disse então fala aí o que vocês disseram, e o telefone começou a tocar, as pessoas tinham achado muito engraçado. Uma ouvinte mandou um fax pedindo que fizessem isso de novo e mandou uma piada. Então no dia seguinte a gente repetiu, leu a piada da ouvinte e aí o telefone não parou mais, as pessoas continuaram mandando piadas por fax, e aí virou um programa. Inicialmente da uma às duas da tarde. Em princípio era para durar pouco porque todos diziam que os ouvintes iam enjoar, mas continuamos a ter retorno e não paramos mais. Desde então aquele horário foi líder de audiência. Sempre, nunca mudou.

Atuais Integrantes
Adriano Domingues
Arthur de Faria
Eron Dal Molin
Mauro Borba
Paulo Inchauspe
Ramiro Ruschel
Simone Cabral
Thadeu Malta
Cafezinho em 2005

Cafezinho – Briga no Bolicho

Esse é o cara!!

Esse eh o kra

Esse eh o kra

Uma resposta to “Cafezinho”

  1. não sei se vcs lembram mas vamos la um tempo atras na radio no ano se não me engano de 1996 a 1998 tinha um cara q dava uma rizada muito boa , eu escutava o programa só para escutar essa rizada .
    gostaria q vcs me ajudassem a lembrar dessa rizada que vou querê pra mim botar no celular abraço gostaria mesmo de ouvir novamente
    Rádio Pop Rock FM, acho q era essa radio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: